Blog

Postado em 14 de Maio de 2015 às 09h29

Empresários de TI são beneficiados com incentivos fiscais

Institucional (10)
NTIC - Núcleo das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação da ACIC Chapecó Novo Conteúdo 01 O Prefeito de Chapecó, José Caramori, assinou nesta quarta-feira novos decretos de incentivos fiscais para empresas do setor de...

O Prefeito de Chapecó, José Caramori, assinou nesta quarta-feira novos decretos de incentivos fiscais para empresas do setor de Tecnologia e Inovação. A concessão de incentivos fiscais em Chapecó faz parte da Política Municipal de Desenvolvimento Econômico para as empresas de Tecnologia, Ciência e Inovação, a qual visa estimular a implantação, expansão e reativação de empreendimentos industriais, comerciais e de prestação de serviços. A iniciativa objetiva o desenvolvimento econômico-social com ampliação do mercado de trabalho e a geração de novos empregos.

Caramori ressaltou que essa é apenas uma das ações de consolidação do setor de TI como matriz econômica. Aliado a isso, está a efetivação do Centro de Inovação, instalado junto à Unochapecó e a viabilização do distrito tecnológico, pleito da Associação Polo Tecnológico do Oeste (Deatec), que deverá ocorrer em breve.

Os incentivos fiscais às empresas de Tecnologia e Inovação de Chapecó foram concedidos mediante análise do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (CMDE), priorizando-se a quantidade de empregos oferecidos. Em função dos incentivos, as empresas contempladas irão gerar 205 novas vagas de trabalho. O Secretário, Diógenes Lang, enfatizou a importância da concessão do benefício às empresas deste segmento, no sentido de auxiliá-las para a conquista de maior competitividade no mercado nacional. “Temos a convicção de que em menos de um ano veremos os resultados efetivos desta ação, pois além da geração de novos postos de trabalho acontecerá o incremento da produção com maior valor agregado”, finalizou.

O vice-presidente da Deatec, Ernani Zottis, que representou o presidente César Bortolini no ato, destacou que a assinatura deste decreto é um marco para o desenvolvimento das empresas. “Começamos a ver a efetivação das políticas públicas de incentivo para o setor, na prática”. Mencionou as entidades e lideranças que apoiaram e incentivaram as empresas de TI para a construção da Lei de Inovação e de outros pleitos da Deatec.

Acrescentou que a partir de agora, com a isenção, as empresas chapecoenses de TI começam a ter possibilidades de praticar uma concorrência mais justa e leal, uma vez que empresas instaladas em outros municípios já têm esse benefício. “Isso evitará a evasão de empresas de Chapecó e dará segurança aos empresários para investir aqui no município”, afirmou.

Zottis acredita que as empresas beneficiadas terão condições de superar a contrapartida estabelecida pelo decreto e poderão empregar muito mais. “O setor de TI tem uma particularidade que em momentos de crise, as empresas em geral, precisam investir em tecnologia e melhorar seus processos, consequentemente, conseguiremos investir ainda mais, manter o crescimento do setor que vem se mantendo em torno de 20% a 25% ao ano e empregar mais. Temos excelentes expectativas para os próximos anos”.

Vinte e seis empresas associadas à Deatec e algumas associadas ao NTIC foram beneficiadas com o incentivo fiscal, as quais são: Interfoc Informática; Infogen Informática; Vision System Sistemas de Informática; Onsis Sistemas; AFJ Tecnologia da Informação; Infoger Sistemas; Hextor Comércio de Produtos de Informática; Messtechnik Comércio e Instrumentação; Brasil Sistemas; Top System Informática; Empresa de Tecnologia e Informação Computacional Avançada; Beanweb Soluções para controle de Internet; Aphesis Tecnologia e Negócios; Log Soluções Tecnológicas; E-combr Soluções em Tecnologia; Inova Informática; Unifo Sistemas; Avior Soluções em Logistica e Monitoramento; Inet Tecnologia da Informação; DataTransp Sistemas; CBA Sistemas; Dimaqsul Informática; CHP Soluções; Proxsis Sistemas; Mult Oeste; e Tec Chapecó.

Fonte: Deatec.org.br

Veja também

Manifesto eletrônico de Documentos Fiscais MDF-e, quem deve fazer?20/08/15 Desde o lançamento do projeto de Notas Fiscais eletrônicas (NF-e) em território nacional, vários outros projetos de documentos fiscais eletrônicos estão sendo implantados com intenção de minimizar as possibilidades de brechas que possam ter ficado para trás nos projetos anteriores. Com isso, o projeto do Manifesto eletrônico de Documentos Fiscais......

Voltar para Notícias